fbpx

Microbiota intestinal, dieta e perda de peso, qual a relação entre estes fatores?

A microbiota intestinal (MI) se manifesta como importante fator ao influenciar as respostas individuais para dieta. Isso porque a MI afeta o hospedeiro de maneira direta e indireta, ao modular seu metabolismo, imunidade e também através da digestão e produção de vitaminas e outros metabólitos.

Saber os principais fatores que afetam respostas pessoais aos alimentos poderia ser o primeiro passo para implementar estratégias de nutrição personalizadas em, por exemplo, programas de perda de peso individualizados.

Qual a explicação por que algumas pessoas perdem peso sem grandes esforços, e outras, apesar do seu empenho, não perdem, ou ainda pior, ganham.


AINDA NÃO RECEBE NOSSOS CONTEÚDOS CIENTÍFICOS? ASSINE NOSSAS NEWSLETTERS! . FAÇA O SEU CADASTRO AQUI.

Para responder essa importante pergunta, pesquisadores da China investigaram qual foi a propensão dos participantes do estudo perderem peso, perante uma dieta, em decorrência da composição de suas bactérias intestinais.

Os investigadores acompanharam durante 6 meses, adultos chineses com peso normal, excesso de peso ou obesidade, em um programa de perda de peso que incluiu recomendações dietéticas que induziram restrição calórica de 30 a 50% e conversas diárias por smartphone com um nutricionista. Durante este período os participantes registraram a ingestão de alimentos, e aferiram seu peso semanalmente.

Os resultados do estudo sugerem que a composição da MI permitiu predizer com maior segurança e eficiência como seria a perda de peso durante o estudo, ao se comparar com nível de atividade física ou herança genética.

A abundância de duas espécies bacterianas Blautia wexlerae e Bacteroides dorei – mostraram-se particularmente capazes de prever a futura perda de peso.

Observou-se também durante o processo de perda de peso associado a dieta mudanças no percentual de certas bactérias. Assim, Ruminococcus gnavus, mais abundante em pessoas obesas sofreu redução durante a perda de peso. Indivíduos eutróficos, no entanto, tiveram maior predominância de Akkermansia muciniphila e Alistipes obesi, bactérias predominantemente anti-inflamatórias, que continuaram aumentando durante o decurso do regime dietético.

Os pesquisadores concluíram que a microbiota intestinal basal (sem intervenções) é fator central na relação entre fatores dietéticos e perda de peso entre os indivíduos. Conhecer a composição da microbiota permitirá, assim, prever a suscetibilidade individual para a perda de peso e abrir caminho a programas de nutrição personalizados.

Saiba mais em: www.bioma4me.com.br
Fale com seu médico e nutricionista

Referências:

  • Jie Z, Yu X, Liu Y, Sun L, Chen P, Ding Q, Gao Y, Zhang X, Yu M, Liu Y, Zhang Y, Kristiansen K, Jia H, Brix S, Cai K. The Baseline Gut Microbiota Directs Dieting-Induced Weight Loss Trajectories. Gastroenterology. 2021 May;160(6):2029-2042.e16. doi: 10.1053/j.gastro.2021.01.029. Epub 2021 Jan 20. PMID: 33482223.
  • Cantu-Jungles TM, Hamaker BR. New View on Dietary Fiber Selection for Predictable Shifts in Gut Microbiota. mBio. 2020 Feb 18;11(1):e02179-19. doi: 10.1128/mBio.02179-19. Erratum in: mBio. 2020 May 26;11(3): PMID: 32071263; PMCID: PMC7029134.
  • Leeming ER, Johnson AJ, Spector TD, Le Roy CI. Effect of Diet on the Gut Microbiota: Rethinking Intervention Duration. Nutrients. 2019;11(12):2862. Published 2019 Nov 22. doi:10.3390/nu11122862

 


Teste de detecção do COVID-19 no conforto de sua casa!

Você sabe que aglomerações de salas de espera laboratoriais e hospitalares podem potencializar o risco de contaminação e transmissão do Coronavírus (COVID-19). 

Você pode evitar esse risco!

Nos preocupamos com a segurança e comodidade, então oferecemos o serviço exclusivo de transporte do material do teste COVID-19, no conforto do seu lar.

Clique aqui e veja todas as informações do teste

 

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário