fbpx

Microbiota do Idoso – Como conhecer a microbiota pode contribuir para um envelhecimento saudável

Dados sociodemográficos demonstram que a expectativa de vida da população está aumentando. Com uma proporção mundial de idosos de 17% em 2010 e perspectiva de aumento para 30% em 2060, ações voltadas para esta faixa etária e a busca por um envelhecimento saudável são de interesse crescente na área de medicina e nutrição personalizada.

O processo de envelhecimento está associado ao declínio na função fisiológica do indivíduo, com comprometimento da função cardiovascular, renal, respiratória e intestinal. Dentre estas modificações, alterações na fisiologia do intestino e função imune podem afetar a quantidade e tipos de nutrientes digeridos e absorvidos, impactando diretamente na composição e funcionalidade da microbiota intestinal.

Estudos apontam que a composição da microbiota sofre inúmeras alterações durante o envelhecimento. Estas modificações são influenciadas por fatores como genética, estilo de vida, dieta, condições sociodemográficas e comorbidades, contribuindo para uma grande heterogeneidade da composição da microbiota na população idosa.

Embora seja difícil definir um perfil único de microbiota para idosos, são observados perfis típicos de desequilíbrio microbiano (disbiose) nesta população, com redução da abundância de Bifidobactérias e enriquecimento de espécies da família Enterobacteriaceae (que inclui muitos microrganismos potencialmente patogênicos, como os dos gêneros Escherichia, Salmonella, Klebsiella e Proteus), que estão relacionadas à maior fragilidade e inflamação na senescência.


AINDA NÃO RECEBE NOSSOS CONTEÚDOS CIENTÍFICOS? ASSINE NOSSAS NEWSLETTERS! . FAÇA O SEU CADASTRO AQUI.

Estratégias de modulação intestinal, com objetivo de modificar beneficamente a composição e funcionalidade da microbiota intestinal, podem contribuir para melhora da saúde e bem-estar geral da população idosa. Com utilização de técnicas modernas de sequenciamento da microbiota intestinal é possível conhecer o perfil de bactérias do paciente idoso e manipular esta comunidade microbiana de modo a reduzir espécies associadas à inflamação e fragilidade e enriquecer bactérias benéficas relacionadas ao processo de envelhecimento saudável.

O sequenciamento de microbiota e a posterior modulação intestinal personalizada, atuam de modo a reduzir o risco de infecções, quedas, fraturas e queda da imunidade, respeitando as individualidades da faixa etária e promovendo um envelhecimento com saúde e qualidade de vida.

Quer saber como o sequenciamento genético pode auxiliar na sua saúde e qualidade de vida?

Saiba mais em: www.bioma4me.com.br
Fale com seu médico e nutricionista

Referências:

An R, Wilms E, Masclee AAM, Smidt H, Zoetendal EG, Jonkers D. Age-dependent changes in GI physiology and microbiota: time to reconsider?. Gut. 2018;67(12):2213-2222.

Biagi E, Franceschi C, Rampelli S, et al. Gut microbiota and extreme longevity. Current. Biology 2016;26:1480–5.


Teste de detecção do COVID-19 no conforto de sua casa!

Você sabe que aglomerações de salas de espera laboratoriais e hospitalares podem potencializar o risco de contaminação e transmissão do Coronavírus (COVID-19). 

Você pode evitar esse risco!

Nos preocupamos com a segurança e comodidade, então oferecemos o serviço exclusivo de transporte do material do teste COVID-19, no conforto do seu lar.

Clique aqui e veja todas as informações do teste

 

 

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário