fbpx

Avaliar a microbiota intestinal pode identificar marcadores preditivos do desenvolvimento de infecção por Clostridioides difficile?

Clostridioides (C.) difficile é a causa mais comum de diarreia infecciosa associada a antibióticos (DAA), além de ser o patógeno responsável pelo maior número de infecções associadas à saúde em todo o mundo. A infecção por C. difficile (ICD) é caracterizada por fezes aquosas acompanhadas por inflamação intestinal mediada por toxinas, onde os fatores de risco primários incluem hospitalização, idade, colonização por C. difficile toxigênico e exposição a alguns tipos de antibióticos. No entanto, ainda faltam marcadores preditivos do desenvolvimento de ICD ou DAA.

Alterações na microbiota intestinal (MI) induzidas por antibióticos, podem favorecer à infecção por ICD, que está associada a morbidade, mortalidade e custos de saúde consideráveis em todo o mundo. Portanto, identificar marcadores capazes de predizer ICD poderia contribuir para diminuição da carga de infecção e tratamentos mais efetivos.

Neste sentido, pesquisadores da área avaliaram em estudo multicêntrico, pacientes hospitalizados com 50 anos ou mais em 34 hospitais em seis países europeus 90 dias antes e após o tratamento com antibióticos com o objetivo de identificar marcadores microbianos preditivos de desenvolvimento de ICD e DAA utilizando sequenciamento do gene 16S rRNA.

Entre os resultados, verificou-se que os pacientes que desenvolvem ICD exibem diversidade da MI significativamente menor antes mesmo do tratamento com antibióticos. Em relação a composição, a MI foi rica em Enterococcus e depletada em Ruminococcus, Blautia, Prevotella e Bifidobacterium em comparação com pacientes que não desenvolveram ICD. Estes achados foram confirmados em uma coorte independente de pacientes do Canada, fortalecendo a evidência encontrada na pesquisa.

No presente estudo, os autores ainda sugerem que a disbiose encontrada e caracterizada como biomarcador de ICD, é induzida por antibióticos específicos da classe dos beta-lactâmicos, que diferente de outros, promove aumento mais expressivo da abundância de Enterococcus.

 


AINDA NÃO RECEBE NOSSOS CONTEÚDOS CIENTÍFICOS? ASSINE NOSSAS NEWSLETTERS! . FAÇA O SEU CADASTRO AQUI.

 

Saiba mais em: www.bioma4me.com.br
Fale com seu médico e nutricionista

Os achados da pesquisa são promissores e a capacidade de identificar com sucesso marcadores microbianos preditivos do desenvolvimento de ICD pareceu superar alguns fatores de confusão comuns em estudos com microbiota, como a localização geográfica e hábitos dietéticos. Estes resultados abrem caminho para o desenvolvimento de diagnósticos preditivos baseados em microbiota e fornecem um valoroso auxílio para adaptação da terapia antibiótica ou biobanco de fezes de pacientes de alto risco antes da terapia antibiótica, favorecendo abordagens de medicina de precisão.

Referências:

Berkell, M., Mysara, M., Xavier, B.B. et al. Microbiota-based markers predictive of development of Clostridioides difficile infection. Nat Commun 12, 2241 (2021). https://doi.org/10.1038/s41467-021-22302-0

Samarkos M, Mastrogianni E, Kampouropoulou O. The role of gut microbiota in Clostridium difficile infection. Eur J Intern Med. 2018 Apr;50:28-32. doi: 10.1016/j.ejim.2018.02.006.


Teste de detecção do COVID-19 no conforto de sua casa!

Você sabe que aglomerações de salas de espera laboratoriais e hospitalares podem potencializar o risco de contaminação e transmissão do Coronavírus (COVID-19). 

Você pode evitar esse risco!

Nos preocupamos com a segurança e comodidade, então oferecemos o serviço exclusivo de transporte do material do teste COVID-19, no conforto do seu lar.

Clique aqui e veja todas as informações do teste

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário