fbpx

Nutrição personalizada e microbiota intestinal saudável

Nossa microbiota intestinal (MI) tem como característica a plasticidade, ou seja, se modifica perante vários fatores genéticos e ambientais. Dentre estes, a dieta é determinante fundamental na modulação da MI.

Disbiose microbiana pode influenciar processos de patogênese, progressão e tratamento de diversas doenças, que incluem de doenças metabólicas a neurológicas. Modular interações da MI, com reequilíbrio de riqueza e diversidade bacteriana, por meio de nutrição personalizada é nova abordagem clínica a ser, potencialmente, utilizada na prevenção e tratamento de doenças.

A dieta contribui na modulação da MI desde o início da vida, pois oligossacarídeos do leite materno contribuem para maturação da MI. A seguir, ocorre enriquecimento da MI associada à introdução de alimentos. Por outro lado, no envelhecimento acontece redução da riqueza da MI, devido à inflamação e provável diminuição da variedade alimentar.

Assim, podemos perguntar: Qual a melhor nutrição para manter a saúde intestinal? Recentes estudos científicos apontam que não existe uma única dieta saudável que seja ideal e aplicável para todas as pessoas.


AINDA NÃO RECEBE NOSSOS CONTEÚDOS CIENTÍFICOS? ASSINE NOSSAS NEWSLETTERS! . FAÇA O SEU CADASTRO AQUI.

À medida que a ciência diferencia na composição e funcionalidade da MI, o que é considerado “normal” ou “saudável”, surgem oportunidades de intervenções dietéticas capazes de modular individualmente a microbiota e resultar em benefícios translacionais à saúde geral do indivíduo.

Administração de probióticos, prebióticos e fibra alimentar oferecem oportunidades de “fertilização” da microbiota. Em dezembro de 2020, uma avaliação de 245 ensaios clínicos, registrados no Clinical Trials, averiguou o efeito de prebióticos, administrados isoladamente ou em combinação com probióticos, sugerindo suas potenciais aplicações.

A pesquisa funcional em modelos celulares e animais, bem como ensaios clínicos em humanos têm apontado benefícios consistentes da utilização de probióticos e prebióticos para diversas condições. Além da saúde intestinal e imunológica, destacam-se o tratamento de infertilidade, doença hepática, transtornos de humor, asma, doenças metabólicas, hipercolesterolemia, obesidade, entre outras.
Nesse cenário, o exame de sequenciamento genético gera informações essenciais, pois permite conhecer a constituição da microbiota intestinal de maneira individualizada. A associação de dados clínicos de cada paciente com as variáveis analisadas na MI, percentual de riqueza, diversidade, bactérias benéficas e patogênicas, permite a prescrição personalizada em busca de manutenção da saúde, prevenção e tratamento de enfermidades.

Quer saber como o sequenciamento genético pode auxiliar na sua saúde e qualidade de vida?

Saiba mais em: www.bioma4me.com.br
Fale com seu médico e nutricionista

Referências:

Kolodziejczyk, et al. Diet–microbiota interactions and personalized nutrition. Nature Reviews Microbiology. 2019:17;742–753.

Marla Cunningham, et al. Shaping the Future of Probiotics and Prebiotics. Trends in Microbiology. 2021:1-19.


Teste de detecção do COVID-19 no conforto de sua casa!

Você sabe que aglomerações de salas de espera laboratoriais e hospitalares podem potencializar o risco de contaminação e transmissão do Coronavírus (COVID-19). 

Você pode evitar esse risco!

Nos preocupamos com a segurança e comodidade, então oferecemos o serviço exclusivo de transporte do material do teste COVID-19, no conforto do seu lar.

Clique aqui e veja todas as informações do teste

 

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário