fbpx

A importância do aleitamento materno para construção da microbiota intestinal de bebês

No Brasil, em agosto, comemora-se o “Agosto Dourado”, o mês em que ações de conscientização sobre a importância do aleitamento materno (AM) são intensificadas.

O AM confere muitos benefícios para o organismo materno e da criança. Recentemente, aprendemos que o AM modula positivamente a microbiota intestinal (MI) no início da vida, de maneira direta pela exposição do recém-nascido à microbiota do leite, e indiretamente, por meio de compostos do leite materno que regulam o crescimento bacteriano e o metabolismo, como oligossacarídeos do leite humano, Imunoglobulina A secretora e fatores antimicrobianos.

A construção da MI do bebê começa logo após o nascimento, de modo que tipo de parto e exposição a antibióticos e medicamentos podem modificar este processo. No entanto, a amamentação parece ser fator chave na formação da composição e função da MI inicial.

Existe uma “janela de oportunidade” no início da vida, durante a qual intervenções que modulam a MI podem induzir efeitos benéficos de longo prazo. Isto porque, ao longo dos primeiros 5 anos de vida, a MI evolui de maneira relativamente simples, aumentando progressivamente em diversidade, para atingir no estado adulto condição mais complexa e estável.

Neste sentido, incentivar o aleitamento materno, como recomenda a Organização Mundial da Saúde, tem importância em reduzir o risco ou prevenir doenças imunológicas e metabólicas, como alergias e obesidade, por meio da participação da MI do bebê.


AINDA NÃO RECEBE NOSSOS CONTEÚDOS CIENTÍFICOS? ASSINE NOSSAS NEWSLETTERS! . FAÇA O SEU CADASTRO AQUI.

Achados interessantes sobre o papel do AM e construção da MI foram publicados por Corona-Cervantes et al. (2020). Os pesquisadores estudaram a relação entre as bactérias do leite materno e a composição da MI de bebês saudáveis. Os resultados apontam que o leite materno foi responsável por 67,7% das bactérias presentes na MI dos bebês nos primeiros 6 dias após o parto. A colonização do intestino em neonatos é caracterizada por alta dominância de Lactobacillus spp., Bifidobacterium spp., Enterobacteriaceae, Bacteroides spp. e outras bactérias que podem ser transmitidas ao lactente de maneira direta pela amamentação e contribuir para adequada formação da MI da criança.

Importante lembrar que o aleitamento materno e as bactérias contidas no leite podem prevenir infecções, alergias, cólicas e distúrbios metabólicos tardios, além de entregar outros benefícios para mãe e o bebê.

Saiba mais em: www.bioma4me.com.br
Fale com seu médico e nutricionista

Referências:

  • Layuk N, Sinrang AW, Asad S. Early initiation of breastfeeding and gut microbiota of neonates: A literature review. Medicina Clínica Práctica. 4(1), April 2021 https://doi.org/10.1016/j.mcpsp.2021.100222
  • Guo, C., Zhou, Q., Li, M. et al. Breastfeeding restored the gut microbiota in caesarean section infants and lowered the infection risk in early life. BMC Pediatr 20, 532 (2020). https://doi.org/10.1186/s12887-020-02433-x
  • van den Elsen LWJ, Garssen J, Burcelin R, Verhasselt V. Shaping the Gut Microbiota by Breastfeeding: The Gateway to Allergy Prevention? Front Pediatr. 2019 Feb 27;7:47. doi: 10.3389/fped.2019.00047.
  • Ma, J., Li, Z., Zhang, W. et al. Comparison of gut microbiota in exclusively breast-fed and formula-fed babies: a study of 91 term infants. Sci Rep 10, 15792 (2020). https://doi.org/10.1038/s41598-020-72635-x

 


Teste de detecção do COVID-19 no conforto de sua casa!

Você sabe que aglomerações de salas de espera laboratoriais e hospitalares podem potencializar o risco de contaminação e transmissão do Coronavírus (COVID-19). 

Você pode evitar esse risco!

Nos preocupamos com a segurança e comodidade, então oferecemos o serviço exclusivo de transporte do material do teste COVID-19, no conforto do seu lar.

Clique aqui e veja todas as informações do teste

Postagens Relacionadas

Deixe um comentário